cinema nickelodens8

Venom estreou nesta quinta-feira, dia 04 no Brasil, infelizmente fomos todos bombardeados pela crítica, antes mesmo da estreia. Como por exemplo os títulos: “Venom. Vilão da Marvel mais faz rir do que assusta em filme (Revista Veja) ”, “Venom apresenta anti-herói genérico e desnecessário sem Homem-Aranha (G1) ” e assim por diante. Vejamos bem, sabemos que o filme pode ser capaz de ganhar um “Framboesa de ouro” (pior filme nos cinemas), mas é um filme ruim que deve ser visto novamente.

O filme conta a história de um jornalista investigativo Eddie Brock (Tom Hardy), que tem o seu próprio quadro em uma emissora local. Eddie Descobrindo as falcatruas de um magnata, criador da “fundação vida”, acaba sendo demitido por confronta-lo. Assim por diante a fundação vida começa uma série de experimentos com a praga (Venom).  A história por si só, não diz muita coisa, ela se passa em um universo próprio de Venom! O direito Ruben Fleischer (Zoombieland) tenta inovar, fazendo um universo único, engraçado e anti-herói.

Venom foi um vilão tão sombrio que ganhou sua própria revista nos HQs, o diretor fez a pior escolha em não o deixar aterrorizante, talvez por medo de não conseguir atingir o público menor de idade. Em um longa-metragem, a estória deve apresentar o conflito nos primeiros 20 minutos do filme, infelizmente nesta trama, não se trabalhou muito bem os argumentos, não explicando exatamente o que é a criatura, de onde ela veio e como caiu na terra.

Já a participação do galã Tom Hardy, também deixa um pouco a desejar, o ator é conhecido por fazer filmes mega interessantes, como por exemplo Mad Max: Estrada da fúria, porém não reage muito bem ao impacto de “Venom” em seu corpo (com nenhum espanto, como se fosse normal acontecer esse tipo de coisa). A parte inicial do filme foi de certa forma monótona e chatinha… somente após Venom entrar em Eddie Brock que a trama começa a ficar engraçada e com cenas de ação interessantes.

Um filme com tanto potencial tem que pelo menos deixar um “legado” ou uma “piada”, o diretor Ruben Fleischer, escolheu a piada mesmo. Sabemos que a combinação perfeita de hollywood é BlockBuster + Super-herói + Marvel = sucesso de bilheteria! Em relação ao “Venom”, menos mal, com o intuito de agradar a jovens. O filme trabalha bem o conceito de humor, tirando muitas gargalhadas do público. Apesar de tudo, o filme tem cenas de ação genéricas e piadas não tão clichês assim, que pode ser um longa que funcione! Vendendo bem nas bilheterias, devido o interesse continuo pelo público.