images (8)

Após o fim da segunda guerra mundial os Estados Unidos se fortaleceu como uma indústria fortíssima no ramo AUDIOVISUAL, de lá para cá os americanos vem produzindo alguns filmes patriotas. Fúria em alto mar do diretor Africano Donovan Marsh se encaixa nesta questão. O filme conta a história do capitão de um submarino norte-americano que se une aos fuzileiros navais para resgatar o presidente russo, que foi sequestrado por um general desonesto.

“Fúria em alto” mar foi um dos últimos filmes do ator sueco Michael Nyqvist que faleceu em 2017, as questões de rivalidade entre o EUA e a Rússia é bem espelhado neste filme a briga entre o poderio das forças armadas sempre foi uma discussão bem abordada pelas duas nações. Mas como muitos filmes da indústria Hollywoodiana, o filme desempenha um papel de patriotismo, entretanto nota-se que Gerard Butler demonstra um esforço para interpretar seu personagem, o ator ficou cerca de três dias a bordo do USS HOUSTON (submarino) para vivenciar como seria o clima do filme.

Fúria em alto mar não foge muito do comum, é um thiler norte americano que apresenta um personagem patriota que zela pelo seu país, no meio dos conflitos políticos é convocado para resolver os problemas. Apesar de não fugir do natural dos filmes americanos, “Fúria em alto mar” deve vender bem! Arrecadar o suficiente para manter os gastos do filme.

Ao retratar o submarino real “USS HOUSTON” que era um cruzador de classe Northampton da Marinha dos Estados Unidos, o filme demonstrou total respeito aos capitães da Marinha, pessoas que zelam pelo seu país e vive quase toda a vida em alto mar. É um filme interessante para rever sentado na poltrona de casa e ter ciência destes cavaleiros que dão a vida para proteger o seu país.