“O chamado do mal” é um terror/thriller dirigido pelo roteirista “Michael Winnick”, o nome original do filme é “malicious” que para a nossa tradução significa “malicioso”, mais uma vez as distribuidoras Brasileiras criaram um título nada a ver com o original. O longa-metragem traz um elenco bem interessante como Delroy Lindo (60 segundos) e a atriz sérvia Bojana Novakovic (Demônio) que interpreta um papel bem parecido com a da atriz Jennifer Lawrence do filme Mãe!

O filme conta a história de um professor universitário (Josh Stewart) e sua esposa (Bojana Novakovic), que estão prestes a ter um bebê, são os responsáveis por um ato com consequências horrendas: eles liberam, involuntariamente, uma entidade maligna com pretensões perigosas. Inicialmente O chamado do mal utiliza elementos bem parecidos com a obra de Darren Aronofsky, como a abordagem da figura da “Mãe! ”, o biotipo e o estereótipo da personagem também.

 Entretanto, diferente das últimas obras de terror ‘norte-americanas’ O chamado do mal se dedica ao contar a história, trabalha em cima de questões realmente existentes! Como por exemplo a especialidade em “paranormalidade”, a captação de espíritos malignos e o dom do médium espiritual. Porém ainda sim peca em algumas linhas de raciocínio, como a participação da personagem Becky (Melissa Bolona) irmã que poderia ser mais bem proveitosa.

O chamado do mal se enquadra nos critérios norte-americanos, apresenta uma estória até que interessante, apesar de que esse tipo de filme não agrada a crítica! Sempre agradará o público mesmo tendo sustos previsíveis. Outro elemento a ser observado é a “trilha sonora” com longos ranger do violino sobre as cenas de tensão (eu gostei muito). ”O chamado do mal”  não surpreende muito mas também não deixa a desejar, o filme trará o divertimento de jovens casais e com certeza deve vender muita pipoca nos cinemas!