Lionheart.jpg

estrelas3

Atualmente a Nigéria é o segundo país mais industrializado da África, ficando atrás somente dos ‘sul-africanos’, mas infelizmente a economia da Nigéria ainda não se consolidou totalmente, pois é dependente da exportação de petróleo. Porém, não é um fator que afeta a indústria do ramo ‘AUDIOVISUAL’, atualmente a Nigéria é a segunda maior potência em número de produção cinematográfica do mundo (passando os Estados Unidos), que foi batizada com o nome de ‘Nollywood’ (fazendo referência a Bollywood, Hollywood e Nollywood).

Lionheart é o primeiro filme Nigeriano produzido pela ‘NETFLIX’ e é protagonizado e dirigido por Genevieve Nnaji. Sinopse: Adaeze (Genevieve Nnaji) é uma executiva que trabalha na empresa de seu pai, a Lionheart Transport. Ela prova constantemente sua habilidade de trazer lucros e lidar com problemas. O longa é um drama que aborda as questões “socioeconômicas” da Nigéria.

‘Lionheart’ é um filme que traz seu desfecho lentamente e vai trabalhando de forma dialogada o conflito do filme. Na maioria das vezes a diretora Genevieve opta por planos mais fechados e com desfoque no background, até porque o intuito do longa não é mostrar sua potência audiovisual, mas sim sua capacidade de dialogar…  A personagem Adaeze é uma associação direta com a situação atual da Nigéria.

Enfim, se você não tiver paciência de ver este filme talvez seja porque a trama é trabalhada exclusivamente com diálogos (isso se torna um pouco maçante). Entretanto, Lionheart traz consigo uma bagagem histórica muito boa sobre a Nigéria! Temos que entender a importância do filme na indústria AUDIOVISUAL (mesmo que seja maçante).

Assista ao filme: clique aqui!