https://cinemanickelodeons.files.wordpress.com/2019/01/assunto-de-família2.jpg

estrelas4

O cinema poético desmembrado em ‘expressões amorosas’, é o que define o filme ‘Assunto de família’, vencedor da Palma de ouro (2018) no festival de Cannes. O longa é dirigido pelo japonês Hirokazu Koreeda conhecido por seus filmes; Ninguém Pode Saber, Seguindo em Frente e Pais e Filhos. Não há o que contestar, o cinema japonês atinge seu ápice poético!

‘Assunto de família’ conta a história de uma família de ladrões de classe média baixa, que luta para sobreviver e se sobressair sobre as potestades da vida. Uma menina órfã é adotada clandestinamente pela família, a jovem irá receber o maior carinho de todos! – O amor!  Pensávamos que o último grande mestre do cinema japonês seria Akira Kurosawa, porém o diretor ‘Hirokazu Koreeda’ nos surpreende em cada filme realizado, sua simplicidade familiar é o que nos atrai, não há o que apontar neste excelentíssimo diretor, produtor, roteirista e editor japonês.

Este filme exerce a função de ‘valores’ sendo estes; a família, o amor paterno, o amor materno, a comunhão, a união e principalmente a caridade! Tais itens transformam ‘Assunto de família’ uma obra prestadora de valores de potencial exacerbado. Seus planos são expostos de forma poética, não há necessidade de por muitos diálogos ou explicar o porquê de cada coisa, basta entendermos a linguagem poética de cada ‘quadro’. Quadros nos quais são construídos através de uma fotografia belíssima, já a direção de arte faz tudo parecer familiar, até mesmo a casa da família, tudo parece ser real (e não cenário montado).

‘Assunto de família’ traz para o telespectador um sentimento de família, proximidade, amor e companheirismo. Cada personagem é bem construído, todos são bons o suficiente para a trama! Simplesmente a estória nos emociona, seu ‘conflito é a base de todas as famílias pobres no mundo’. Portanto, o final do filme traz uma premissa espetacular que só nos agrega a querer amar mais a família, vale apena ir ao cinema e assistir esta obra poética.