https://cinemanickelodeons.files.wordpress.com/2019/01/creed-ii.jpg

estrelas4

Quem se lembra do jovem garoto Rocky Junior em Rocky V? Ele é ninguém menos que Sage Stallone filho de Sylvester Stallone na vida real, o ator morreu no dia 13 de julho de 2012 vítima de um ataque cardíaco. Em Creed II a figura ‘PATERNA’ é o auge do sentimentalismo e as emoções são levadas as alturas, fazendo assim um filme com uma ‘PREMISSA’ bem madura. Creed II está pronto para seguir sem Rocky Balboa! O filme é dirigido por Steven Caple Jr.

Desta vez Adonis Creed (Michael B. Jordan) já é um lutador maduro, experiente e campeão mundial dos pesos pesados. Após décadas de sua derrota contra Rocky Balboa, Ivan Drago ainda se culpa pelo seu fracasso e joga toda esta carga para o seu filho Viktor Drago (Florian Munteanu) que irá desafiar o campeão ADONIS CREED a uma luta até o limite da honra.

https://cinemanickelodeons.files.wordpress.com/2019/01/creed-2.jpg

A quem diga que as sequencias de Rocky sempre são repetidas e nostálgicas e há também quem diga que seu estereótipo é o mesmo de sempre.  Mas não há o que contestar, aliás, TIME QUE ESTÁ GANHANDO NÃO SE MEXE CORRETO? O cinema muitas vezes tem a função de ‘refúgio’ e acaba virando um lar para fugir dos problemas, acredito eu que isso aconteça a partir do momento em que o filme vira algo real! (Pois isto nos sensibiliza e prende nossa atenção) “Creed II    é um retrato da realidade, seu roteiro é construído através de problemas que realmente são prevalecentes na vida de um lutador.

Durante 2 horas e 10 minutos o filme soube prender a atenção, relembrarmos os personagens e as histórias de Rocky 4 chega a ser bem emocionante!                Creed II vai bem além da trocação de socos entre Adonis e Viktor e também é bem mais que a rincha entre Rocky e Ivan Drago, a trama também discute questões políticas entre os interesses da Rússia e seu poder bélico contra os Estados Unidos. Também não podemos esquecer dos problemas pessoais de Rocky Balboa com seu filho (Rocky Jr) e o clima de vingança de Adonis Creed.

Apesar de ser um filme que traz elementos repetidos e previsíveis, Creed II traz para as telonas uma MATURIDADE que transformou o conflito do roteiro em algo bem interessante. Há momentos no filme que são bem ‘TRISTES’ e que logo se tornam ‘FELIZES’ graças as palavras sagradas que Rocky declama em cena (que na maioria das vezes se tornam frases em vídeos motivacionais no Youtube)                 Vale a pena ver o filme duas ou três vezes se você é fã igual eu (Rocky é meu filme predileto), agora se você é um daqueles que odeia a figura de Rocky Balboa nem queira passar perto, pois os principais elementos desta história permanecem!