https://cinemanickelodeons.files.wordpress.com/2019/01/eu-sou-mais-eu-2.jpg

estrelas

Dirigido por Pedro Amorim (Mato Sem Cachorro) ‘Eu sou mais eu’ aborda o Bullying com um toque de comédia, protagonizado por João Cortês e Kéfera o filme segue à risca a indústria norte-americana em filmes de comédia, criando um projeto nem tão original assim.

‘Eu sou mais eu’ conta a história da cantora Pop Camila Mendes (Kéfera Buchmann) que é abordada por uma fã meio ‘estranha’ que invade sua casa, ao tirar uma foto com Camila a cantora volta alguns anos para o seu passado. Camila é obrigada a vivenciar a pior época de sua vida junto ao Bullying excessivo que ela sofria.  Sempre é difícil comentar sobre um projeto que participei, pois pude perceber cada esforço e dedicação desta equipe! Pedro Amorim no SET de filmagem demonstrou ser um diretor muito calmo e brincalhão, soube trabalhar de forma amena em seu projeto (pelo menos quando eu estive presente).  Fiz uma pequena participação em seu filme, como figurante em três cenas.

‘Eu sou mais eu’ não é um filme muito original e traz muito das piadas dos filmes americanos, inclusive é uma história muito parecida com De repente 30 (2004) e Meninas Malvadas (2004). Enfim, infelizmente muitos filmes brasileiros seguem os mesmos caminhos dos filmes norte-americanos (talvez seja por causa do ‘gosto’ do público brasileiro). Apesar de não ser muito original, o filme demonstra ser bem engraçado e com alguns palavrões bem usados!

https://cinemanickelodeons.files.wordpress.com/2019/01/eu-sou-mais-eu.jpg

Quem demonstra ser um ator promissor é ‘João Cortês’ (O segredo de Davi), toda vez que ele aparecia em cena era bem animador, engraçado e divertido! Inclusive Kéfera e João pareceu ser uma dupla bem divertida. Mesmo Kéfera sendo uma artista bem conhecida o filme não possui muitos fãs, infelizmente a crítica mais especializada (ainda não li, mas dei uma verificada) não está gostando muito do longa, uma pena já que é um projeto bem elaborado.