https://cinemanickelodeons.files.wordpress.com/2019/03/a-vida-secreta-de-zoe.jpg

estrelas3

Recentemente a ‘NETFLIX’ incluiu em seu catálogo o longa-metragem ‘A Vida Secreta de Zoe’ (2014), dirigido por Bille Woodruff (Ritmo total 2) e  protagonizado pela encantadora atriz Sharon Leal. O filme é baseado no livre “Zane’s Addiction de 1998”  e traz uma estética de diário verbal e seus relatos acontecem através de flashbacks.

Sinopse oficial: Empresária de sucesso parece ter conseguido tudo – o marido dos sonhos que ela ama, dois filhos maravilhosos e uma carreira excelente. Por mais perfeita que sua vida seja, ela ainda é atraída para tentações às quais não pode resistir ou das quais não consegue fugir. Conforme busca uma vida secreta, Zoe se encontra arriscando tudo o que tem quando escolhe um perigoso caminho.

Retratar o ‘sexo’ no cinema nunca foi uma tarefa fácil, quebrar paradigmas e preconceitos sem ferir ‘DOGMAS’, ‘RELIGIÕES’ ou a ‘ASEXUALIDADE’ se torna privilégio para poucos. Lembremos da ousadia de Lars Von Trier em Ninfomaníaca (2013)  aclamado por poucos e odiado por muitos, então… O diretor Bille Woodruff se arriscou em escolher este TEMA, porém, sua ‘representatividade’ do real parece bem básica, o mesmo escolheu pegar leve nas cenas de sexo (Americano não sabe fazer cena de sexo, os franceses são os melhores), tornando o filme um SUSPENSE um pouco irreal.

Porém, é um filme bem atrativo, que faz o telespectador se aventurar nas descobertas sexuais da protagonista.  ‘A Vida Secreta de Zoe’ traz relatos de uma ninfomaníaca e suas aventuras sexuais, tudo isso é trazido em forma de ‘diário’ verbal, ou seja, uma ‘confissão’ de Zoe com sua psicóloga. Este filme não é nenhum ‘Ninfomaníaca’ (filme) da vida, mas agrada quem olhar.