bayonetaestrelas3

Estreou recentemente na NETFLIX o longa-metragem mexicano ‘Bayoneta’, dirigido, escrito e produzido por Kyzza Terrazas juntamente com a Netflix, o filme aborda a solidão e o drama do boxe de um ex-lutador, dando ênfase nas farsas que este esporte promove (Algumas vezes) e também trazendo uma reflexão crítica bem apurada sobre o tema.

Sinopse: Miguel “Bayoneta” Galíndez (Luís Gerado Méndez) se mudou do México para a Finlândia depois de se aposentar na carreira de boxeador. Durante o dia ele dá aulas de boxe na academia e durante anoite se enche de bebida nos bares. Porém, Miguel decide voltar a lutar para arrecadar dinheiro para sua filha. Começa então uma longa jornada de treinamento e dedicação para vencer os traumas do passado.

Leia a nossa crítica de ‘Creed II’

Achou essa história muito parecida com a do Rocky Balboa? Por um lado, é sim! Mas na realidade o desenvolvimento deste conflito foge deste clichê. ‘Bayoneta’ é a parte mais triste do boxe, ou seja; ele vive entre as derrotas, vitórias (Compradas), traumas, insônias e vícios que foi adquirido após sua última luta… Além disto tudo, ele tem problemas com sua ex-esposa e sua filha que moram em Tijuana.

bayoneta

Esse longa-metragem faz parte do cinema ‘realista’, o diretor retratou uma história fictícia, mas que traz elementos reais. Bayoneta é uma crítica social contra o lado ruim do boxe, ele escracha na tela o pior deste esporte e infelizmente o espectador tem que concordar, Kyzza Terrazas vai mostrando argumentos para o público durante o filme inteiro, que o boxe assim como outros esportes existe um lado ‘obscuro’ e que foge da realidade impostas pela grande mídia. Portanto, este é um filme para pensar e refletir!

Um bom filme para o novo catalogo da NETFLIX.