Cartaz digital

estrelas-amarelas-da-avaliação-de-produto-ilustração-do-vetor-isoladas-no-branco-110507089

Nesta quinta-feira (01) estreia o mais novo filme de Edgard Navarro (O homem que não dormia), ‘Abaixo a gravidade’ (Brasil). Distribuído pela Fênix filmes, o filme aborda com ousadia as crises da terceira idade, e com uma pitada de loucura trabalha muito bem a “simbologia”, os arquétipos da religião e o desespero do grito humano. 

Sinopse: Bené (Everaldo Pontes) tem sua vida transformada após descobrir uma doença grave e conhecer a jovem Letícia (Rita Carelli), tirando-o de seu isolamento na Bahia e levando-o ao caos da cidade grande.

DSC_1756

É interessante notar que o cinema brasileiro apresenta excelentes filmes “não comerciais”, o longa-metragem em questão trabalha com elementos difíceis de entender; as simbologia, a repetição do “homem pensador” e até mesmo o roteiro que viaja bastante com a premissa final.  Este filme com certeza não vem mastigado, pelo contrário! Edgard é o chefe que o convida para ir até a sua “cozinha” e cozinhar o seu próprio prato. 

Este drama vai te fazer pensar sobre a vida na cidade grande vs a vida na roça, a vida na terceira idade vs os jovens… Tudo isso é fundamentado em valores super dramático no filme. Apesar de ser um projeto não comercial, que foge totalmente do que estamos acostumados a assistir e que não segue muito a linha linear… Edgard não deixa de lado em momento algum! Sua excelência na direção de arte (principalmente no Concept arte), seu roteiro é todo redondinho e ele usa e abusa de algumas artimanhas na direção de cena.            

É muito bom ver “atores” e “não atores” dividirem o mesmo espaço.

Portanto, “Abaixo a gravidade” é um projeto muito bem elaborado, que convida o espectador a pensar! Também é uma Crítica social contra o homem moderno e no fundo tem aquela pitada de religião e desesperos do grito humano. Vale apena assistir, isso se você estiver preparado para ver este tipo de filme!