Poster-Branca-Como-a-Neve-Media

istockphoto-1150256378-1024x1024

Estreia nesta quinta-feira (19) o filme francês ‘Branca como a neve’, versão moderna do clássico conto de fadas de Jacob e Wilhelm Grimm. O longa é dirigido por Anne Fontaine e distribuído pela A2 filmes no Brasil. Prepare-se para ver uma versão adulta da branca de neve e que faz referência ao erotismo. 

Sinopse: Claire é uma bela jovem que trabalha no hotel de seu falecido pai. O local agora é administrado por sua madrasta má, Maud. Claire inconscientemente desperta ciúme incontrolável em Maud, cujo jovem amante se apaixonou pela bela enteada. A madrasta decide então se livrar de Claire, que consegue fugir e com a ajuda de um homem misterioso. Ele a leva para a sua fazenda dele, em uma pequena aldeia, onde ela causa bastante agitação: um, dois, e logo sete “príncipes” acabam cativados pelo seu charme. Para Claire, este é o começo de uma emancipação radical, tanto romântica quanto carnal. O novo filme da diretora de “Coco Antes de Chanel”, “Agnus Dei” e “Marvin”.

Branca como a Neve 1.jpg

Vale a pena citar que o erotismo no cinema trata-se de uma representação de ‘Arte’, onde o fim é o sentido e os sentimentos. O sexo não é o objetivo é apenas uma ferramenta para destacar o teor erótico da trama. Em Branca como a neve, a diretora Anne usa e abusa do ar erótico e sensual da personagem principal ‘Claire’ (Denominada como Branca de Neve). Outra questão interessante do filme é o embate entre a branca de neve clássica e a branca de neve moderna, a atual possui uma personalidade de amante, sedutora, faz sexo com vários homens e se divertir com o seu poder de sedução. Não podemos esquecer também da madrasta malvada, que representa a rainha.

‘Branca como a neve’ está mais para o realismo, possui intrigas, seduções, mentiras, inveja, desgostos, traição, comédia, liberdade e humanidade. Traduzindo?  Torna a personagem principal mais imprevisível. Outra tática da diretora Anne foi desmembrar o filme em 3 capítulos, o que costura os encontros e desencontros. 

Branca como a Neve 9.jpg

Branca como a neve é um filme para adultos, com um elenco fenomenal como por exemplo; Isabelle Huppert, Benoît Poelvoorde e Damien Bonnard. 

Observação: Em alguns momentos você vai se sentir vendo os antigos filmes pornográficos, onde a Branca de Neve se embriaga com o sexo alucinado dos sete anões. Mas esse não é o objetivo da trama, já que foge do voyeurismo, está mais para a felicidade e a liberdade sexual da personagem. 

Leia também a minha segunda Crítica, postada no leitura filmica.