bp7LqLtw.jpegestrelas-amarelas-da-avaliação-de-produto-ilustração-do-vetor-isoladas-no-branco-110507089

Estreia nesta quinta-feira (26) “Ad Astra”, mais uma produção do diretor James Gray (Z- a cidade perdida), o filme é protagonizado por Brad Pitt e Tommy Lee Jones. Com distribuição da Fox film o longa promete ganhar os holofotes no Oscar 2020. 

Sinopse Fox film century: 

Roy McBride (Brad Pitt) viaja para os limites do sistema solar para encontrar seu pai desaparecido e desvendar um mistério que ameaça a sobrevivência do nosso planeta. Sua jornada revelará segredos que desafiam a natureza da existência humana e nosso lugar no cosmos.

Brad Pitt vive um cenário de ascensão em Hollywood, seu talento artístico o denomina um dos melhores atores da atualidade.  Em Ad Astra ele interpreta um astronauta que quebra as regras de seu subordinado para resgatar o seu pai no espaço sideral. Em alguns momentos percebemos que Brad Pitt mostra o seu brilhantismo dramático, atuando com a narração em Voice (Narrando com ele em cena) ele reflete sobre a vida e suas dificuldades.

OxSQECxg.jpeg

Foi muito bom ver Brad Pitt interpretando um papel maduro e sensível no cinema, eu sinceramente gostei. Outra questão interessante é a trilha sonora composta por Max Richter (Duas rainhas), ele criou um belíssimo “score” que enfatiza ainda mais a dramatização do filme. Também não podemos esquecer dos efeitos sonoros que são bem “ambientais”, exatamente como seria o silêncio do espaço. 

James Gray utilizou algumas referências no filme, como por exemplo alguns movimentos de câmera feitos no filme Uma odisseia no espaço, enquadramentos e até mesmo um “macaco” em cena 🐒. Enfim, Ad Astra traz algumas reflexões ao espectador: Vida alienígena existe? Até onde o ser humano é capaz de ir? Quais são os limites da nossa tecnologia? 

Vale a pena assistir!