O diretor é conhecido pelos seus filmes “Abaixo a gravidade” (2018) e “O homem que não dormia” (2011)

IMG_20191003_195231.jpg

Nesta quinta-feira (03) a distribuidora Fênix filmes em parceria com a Truque produtora de cinema abriu as portas do spcine da galeria olido (São Paulo-sp), para exibir o média-metragem Superoutro (1989), seguido por debate do próprio diretor, Edgard Navarro. 

A noite do dia 03 de outubro deu início “a mostra Edgard Navarro“, que  acontecerá entre os dias 04 e 05 de outubro no Spcine Cine Olido (Av. São João, 473 – Centro Histórico de São Paulo) a preços populares. A programação contará com as exibições de “Abaixo a Gravidade” (04/10) às 19h30, lançado recentemente nos cinemas e que encerrou o 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, além do “O Homem que não dormia” (05/10) às 17h.

Quem é Edgard Navarro

IMG_20191003_215605_167

Edgard Navarro (70 anos) é um cineasta brasileiro que trabalha com o cinema nacional a mais de 40 anos, o senhor de cabelos longos possui um grau de equizofenia, o que nunca o impossibilitou de fazer cinema em sua vida. O diretor é conhecido por retratar temas como: erotismo/religião/transtornos obsessivos  na tela dos cinemas. 

Durante o bate papo o diretor afirma: “Eu faço cinema para me libertar da loucura, faço arte para expurgar as minhas feridas.” 

Edgard Navarro por ele mesmo: Uma trajetória

Eu comecei a fazer o Super-8, por influência direta de Fernando Belens e, porque vi uma projeção na casa dele. Eu vi que ele tinha uma câmera e quanto o Super-8 estava próximo de mim. O primeiro estímulo tinha sido dado lá atrás, com Meteorango Kid [Meteorango Kid – O Herói Intergalático, de André Luiz Oliveira], era um filme que eu vi aos 20 anos e que era feito em Salvador, de uma forma que não era uma forma clássica, como ‘A Grande Feira’, de Roberto Pires, com aquele aparato, com uma narrativa séria vamos dizer assim. A narrativa era caótica, era desrespeitosa, era anárquica, a minha cara. Eu disse: ‘Poxa, isso aqui, esse personagem do Lula é a minha cara, quer dizer, ele não respeita ninguém, e eu não consigo respeitar ninguém, nem meu pai, nem professores, nem coronéis, nem patrões, nem o sistema que a gente vive, a ditadura militar, nem o capitalismo que a gente vive, essa coisa toda. Isso aí é uma grande fraude’.

SUPEROUTRO

IMG_20191004_095206.jpg

Brasil| 1989 | Drama | 46 min

Superoutro (1989) é uma média-metragem escrito e dirigido por Edgard Navarro, protagonizado por Bertrand Duarte e Nilda Spencer. 

Sinopse:

Um louco e pobre mendigo jogado nas ruas de Salvador tenta, de todas as maneiras, libertar a si mesmo da miséria que o acompanha durante toda sua vida, realizando atos tresloucados pela cidade. FESTIVAL DE GRAMADO, 1989: Melhor Média-Metragem, Melhor Diretor, Prêmio Especial do Júri.

Nota do nosso crítico

Naquele momento conheci uma figura 100% original, pertencente da escola base do “autorismo” no cinema. Ao contar suas histórias me emocionei com suas palavras, pois, Edgard Navarro é um gênio louco sem reconhecimento. 

É como dizia o crítico e diretor François Truffaut -O filme é aquilo que o diretor é! Edgard Navarro é esquizofrênico e seus personagens também são, é uma pessoa extremamente religiosa (Que passou por várias religiões) e o ambiente de seus filmes também! Infelizmente Edgard Navarro está em uma época que não deseja mais fazer cinema, espero que essa afirmação seja mero delírio  de sua cabeça. Esperamos para ver as cenas dos próximos capítulos.